Projeto Nossa Bio - Territórios Conservados

Governança e Produção Sustentável

O projeto Nossa Bio - Territórios Conservados está alinhado às estratégias da SOS Amazônia nos últimos anos de ‘Promoção de Negócios Florestais Sustentáveis’ e de ‘Política, Governança e Proteção da Paisagem Verde’ na Amazônia.


A iniciativa fortalecerá a governança e incrementará atividades econômicas de Unidades de Conservação, atuando em quatro linhas de ação: planos de manejo; mecanismos de governança; uso sustentável dos recursos naturais; e sistemas de monitoramento e proteção.


O Nossa Bio faz parte do Lira - Legado Integrado da Região Amazônica, do IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas, com o apoio financeiro do Fundo Amazônia e Fundação Gordon e Betty Moore.


Objetivo

Promover a consolidação de Unidades de Conservação no Acre e Rondônia, com focos no fortalecimento da governança de cada unidade e incremento da produção sustentável.

Abrangência

O Nossa Bio alcança as seguintes Unidades de Conservação e municípios:

Reserva Extrativista Chico Mendes – Acre / municípios: Xapuri, Brasileia, Assis Brasil, Sena Madureira.
Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema – Acre / município: Sena Madureira
Floresta Nacional do Macauã – Acre / município: Sena Madureira
Floresta Nacional São Francisco – Acre / município: Sena Madureira
Parque Estadual Guajará Mirim – Rondônia / município: Nova Mamoré e Guajará Mirim

Organizações Sociais apoiadas

AMOPREAB - Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes em Assis Brasil

AMOPREBE – Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes em Brasileia e Epitaciolândia

AMOPRESEMA – Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes em Sena Madureira

AMOPREX – Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes em Xapuri

ASSC – Associação dos Seringueiros do Seringal Cazumbá

ASSEXMA | COOPERIACO – Associação dos Extrativistas da Floresta Nacional do Macauã e Área de Entorno

IPAM – Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia

Gostou do nosso conteúdo?

Compartilhe nas suas redes sociais :)