Blog SOS Amazônia
Notícia

SOS Amazônia realiza oficina para fortalecer gestão de empreendimentos amazônicos no Vale do Juruá

A oficina de Gestão Administrativa - Financeira Para Cooperativas e Associações Agroextrativistas acontece entre os dias 18 e 20 de fevereiro, no Centro Diocesano de Cruzeiro do Sul, envolvendo a Coopercintra, Coapex, Coopersonhos, Caet, Cooperafe, Assexma, Cooperiaco e amopreab.

Ministrado pela consultora Vera Gurgel, formada em economia doméstica com mestrado em desenvolvimento regional e meio ambiente, o curso envolve empreendimentos amazônicos que estão ligados a produção de borracha comercializadas para a Cooperacre e a empresa de calçados VEJA Fair Trade ou VERT, como é conhecida no Brasil. Para cada oficina ministrada, sendo 3 até o final do projeto: gestão administrativo-financeiro, gestão de produção e gestão de pessoas.

Agora ocorre a gestão administrativo-financeiro, enquanto, gestão de produção e gestão de pessoas estão previstas para abril e maio.

De acordo com Álisson Maranho, diretor técnico da SOS Amazônia, “o objetivo desse encontro é capacitar os dirigentes dessas organizações com base nessas três temáticas, pensando na melhoria da gestão dessas cooperativas e associações, com foco na cadeia da borracha e no crescimento de seus empreendimentos”, afirma.

“A oficina tem um grande impacto positivo para os representantes das beneficiárias, já que eles estão tendo a oportunidade de analisar de uma forma diferente como estão administrando seus empreendimentos. Também estão trocando experiências positivas e negativas vividas no dia-a-dia de cada empreendimento”, conta Wenderson Silva, assistente técnico ambiental da SOS Amazônia.)

Durante a oficinas ocorrerão assessorias técnicas para auxiliar na solução das principais dificuldades e demandas encontradas.

o que pensa os participantes

“Essa oficina nos ajuda a aprimorar nossos conhecimentos e saber lidar com as dificuldades que a gente enfrenta no dia-a-dia, principalmente na área de administração onde encontramos um pouco de dificuldade. A oficina nos facilita e ajuda a trabalhar melhor na cooperativa”.
(Antônia Silva, secretária da Cooperiaco.

"Conhecer a realidade das cooperativas dos municípios do interior do Acre e entender a realidade que cada uma vive, aprimora o conhecimento dos participantes para que possamos entender as experiências de cada um e coloca-as em prática na cooperativa na qual trabalho”.
(Aldilene Barros, técnica em agroecologia, zootecnista e administradora)

"Nos sabemos que as oficinas e capacitações são muito importantes para a melhoria da organização das nossas cooperativas. Ao decorrer dos três dias tem sido muito importante os conhecimentos que estou adquirindo para levar e botar em prática na nossa Cooperiaco. Principalmente a questão da organização no sentido de planilhas, do administrativo, de liderança e no financeiro, porque nós fazemos muito da nossa maneira, sem capacitação, com essa oficina estamos aprendendo e aprimorando nossos conhecimentos".
(Leudemy Alencar, presidente da Cooperiaco.)

Por Kelven Castro